x

PercPan está de volta a Salvador com apresentações gratuitas

terça-feira, 15.07 09h00

Nos próximos dias 25, 26 e 27, o Terreiro de Jesus, no Pelourinho, será palco de um dos principais e mais conceituados festivais de música percussiva do mundo, o PercPan – Panorama Percussivo Mundial. O espetáculo, que estava fora de Salvador há quatro anos, integra o Calendário Oficial de Eventos da cidade, na categoria Cidade dos Festivais, e segue a premissa da ocupação dos espaços públicos, levando cultura e arte gratuitamente para a população. O PercPan foi apresentado na tarde desta terça-feira (15), em um coletiva de imprensa, no Palácio Tomé de Souza, com a presença do prefeito ACM Neto, acompanhado do secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura (Sedes), Guilherme Bellintani, e da diretora e criadora do PercPan, Elisabeth Cayres.

Sob a curadoria de Alê Siqueira, Letieres Leite, José Miguel Wisnik e consultoria artística do jornalista e crítico musical Hagamenon Brito, a 20ª edição do PercPan, que originalmente surgiu em Salvador, vai contar com aproximadamente 25 atrações nacionais e internacionais, durante os três dias. As apresentações acontecerão na sexta (25) e no sábado (26) às 20h, e no domingo (27), às 19h.

De acordo com Bellintani, a retomada do PercPan reforça a política pública cultural implantada por essa gestão, que consiste nas parcerias com instituições privadas para atração de grandes eventos para a cidade, levando-os para espaços públicos. “Depois de quatro anos sem atuação em Salvador, estamos voltando com o Panorama Percussivo Mundial e, pela primeira vez, com apresentações gratuitas. Estamos mostrando que é possível ocupar a cidade com lazer e cultura para a população”, destacou o secretário.

Programação – A primeira noite será dedicada às relações entre Percussão – Voz, Corpo e Palavra, quando os ritmos e timbres tomam o corpo e a voz como instrumento, e quando a palavra é entoada com ênfase na sua dimensão rítmica. A abertura será feita pela baiana Banda de Boca. Na sequência, teremos Barbatuques (São Paulo), Vocal Sampling (Cuba) e Mano Brown (São Paulo).

No sábado (26), será a vez do Panorama Percussivo Feminino, apresentando o exuberante quadro atual de músicas percussivas feitas por mulheres com as apresentações da Didá, Margareth Menezes, Ganhadeiras de Itapuã, Leilía (Galícia, Espanha), Sayon Bamba (Guiné Conacri, África) e Orquestra Obìnrin, com participação de Mônica Millet (Bahia) e DJ Lisa Bueno (São Paulo)

O mote da terceira e última noite (27) é Das Matrizes às Batidas Contemporâneas, que vai mostrar o cruzamento entre matrizes rítmicas tradicionais, com ênfase no candomblé, e formas que elas assumem em gêneros de ponta da música contemporânea, especialmente o rap e o funk. Os convidados da noite serão Márcio Victor e Samba Chula de São Braz (Bahia), Percussivo Mundo Novo (Bahia), Aguidavi do Jeje (Bahia), Gabi Guedes (Bahia) e Dj Cia (São Paulo) e Marcelo D2 (Rio de Janeiro).

Além das apresentações musicais, o PercPan vai contar com workshops e mesas redondas onde os convidados falarão, com exemplos concretos, das suas experiências musicais e sobre os diálogos rítmicos que estarão em cena ao longo do festival.

Nos seus 19 anos de existência, o festival promoveu mais de seis mil horas de música, produzidas por cerca de 300 atrações nacionais e internacionais, como Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Marisa Monte, Carlinhos Brown, Naná Vasconcellos, Arnaldo Antunes, Beirut, Slyand Robbie, Rita Marley, Savion Glover e HypnoticBrass Ensemble.

blogdorogerioneiva
Compartilhe Facebook Twitter G+