2002

NACIONAIS
Fernanda Abreu, Moska e Explosão de Elite, Sucatamania (Bagunçaço), Hip Hop Hoots, Arnaldo Antunes (part. show Aldo Brizzi).

INTERNACIONAIS
Sainkho Namtschylak Rússia, Renegades Steel Orchestra Trinidad Tobago, Aldo Brizzi Itália, Tambours du Bronx França.

LOCAL Salvador
DIREÇÃO ARTÍSTICA / CURADORIA Gilberto Gil e Marcos Suzano

_

SALVADOR VOLTA A SER A CAPITAL MUNDIAL DA PERCUSSÃO
De volta à Bahia, onde nasceu e se consolidou como o mais importante festival desse gênero no cenário internacional, o PercPan ocupa novamente o palco do Teatro Castro Alves para celebrar a música percussiva. De 25 a 27 de abril de 2002, Salvador torna-se mais uma vez a capital mundial da percussão durante os concertos e workshops que compõem a 9a. Edição do PercPan. O evento destaca um elenco de brilhantes músicos estrangeiros e brasileiros, sob a direção artística do compositor Gilberto Gil e do percussionista Marcos Suzano.
Criado em 1994, pela produtora cultural e socióloga Elisabeth Caires, o Panorama Percussivo Mundial já estreou consciente de que a linguagem da percussão, que remonta aos tambores utilizados nos primórdios da civilização humana, é essencialmente universal. Bastaram alguns anos para que, graças ao PercPan, Salvador se tornasse um dos grandes centros internacionais da música percussiva, passando a irradiar as novidades e tendências desse gênero para o resto do mundo. Foi também com esse espírito que o PercPan se tornou itinerante, realizando edições especiais em Paris, São Paulo e Recife, festejadas por platéais numerosas e recebidas com muitos elogios por parte da crítica especializada.
Graças aos patrocínios da BR-Petrobras, da Eletrobrás e da CHESF, o 9o. PercPan oferece, como em anos anteriores, um panorama amplo e diversificado da música percussiva produzida atualmente no mundo. O grupo francês Tambours du Bronx, a cantora russa Sainkho Namtschylak, o grupo caribenho Renegades Steel Orchestra e o compositor italiano Aldo Brizzi (que terá o brasileiro Arnaldo Antunes como convidado especial), todos detentores de grande prestígio na cena internacional, formam o elenco estrangeiro. Com espetáculos criados especialmente para o PercPan, o cantos e compositor Moska, o grupo Explosão de Elite, a cantora Fernanda Abreu e o grupo Hip Hop Hoots integram a ala de atrações nacionais. Sem falar nas participações de Gilberto Gil e Marcos Suzano, que apresentam os artistas e fazem intervenções musicais.
Essa combinação de grandes nomes do gênero percussivo com os astros da música popular brasileira é uma das características mais originais do PercPan. Assim como apresentou em seus palcos atrações como o senegalês Doudou Rose, o grupo africano Tambores do Burundi, o indiano Trilok Gurtu ou o grupo cubano Los Muñequitos de Matanzas, o festival também já destacou ao longo de seus nove anos artistas brasileiros de prestígio internacional, como Caetano Veloso, Hermeto Pascoal, Maria Bethânia, Egberto Gismonti, Gal Costa, Jorge Benjor, Zeca Pagodinho e Naná Vasconcelos, entre muitos outros.
Próximo de completar seu 10o. Aniversário, que será festejado em uma edição especial com a volta dos artistas que mais agradaram às platéias das edições anteriores, o PercPan mostra-se plenamente maduro para iniciar uma nova fase. Certo de que a linguagem da percussão pode ser apreciada pelos seres humanos de qualquer canto do mundo, o PercPan pretende continuar cumprindo com sucesso sua missão de irradiar a música de percussão pelo planeta.

imagens

VÍDEOS